Catarata

A catarata é a principal causa de cegueira evitável no Brasil. A indicação cirúrgica não está relacionada com a idade do paciente, mas com o comprometimento visual.

A cirurgia (facectomia), rápida e segura, consiste na retirada da lente natural do olho (cristalino) que, ao perder a transparência, atrapalha a visão. Ela é substituída por uma lente intraocular (LIO), artificial. A recuperação visual depende da existência ou não de outras alterações oculares ou sistêmicas.

Há diversos tipos, formatos e materiais de lentes intraoculares:

  • hidrofílicas ou hidrofóbicas
  • tóricas
  • tri ou multifocais
  • acomodativas
  • com filtro UV

A escolha da lente adequada é feita pelo cirurgião.

Siga as orientações do oftalmologista no preparo para a cirurgia e nos cuidados pós-operatórios, que podem variar caso a caso.

Durante o período pós-cirúrgico, a visão pode ficar embaçada, condição que normalmente se resolve em alguns dias.

Para um melhor resultado, recomenda-se repouso relativo e que se evite movimentos bruscos com a cabeça, pressionar ou coçar os olhos. Eles também devem ser protegidos de vapor, poeira, vento, shampoo e sabão.

Qualquer desconforto após a cirurgia deve ser comunicado imediatamente ao médico. É essencial que o paciente compareça às consultas de revisão e siga as orientações adequadamente para o melhor resultado cirúrgico.

Olho com catarata

Olho com catarata